Por que os bebês choram tanto?

No final da gestação a futura mãe não para de imaginar como será o rostinho do bebê, as mãos, os dedos, a boquinha.

É muito bom imaginar como será o bebê, afinal, logo o novo integrante estará no dia-a-dia da família e mudará radicalmente hábitos e rotinas dos que realizam seu cuidado

Principalmente da mamãe, e então, começam a aparecer as dúvidas que até então não eram dúvidas, vários livros, diversas informações e nada parece fazer sentido agora que o bebê está em seus braços e não para de chorar.

Queremos acalmar você e dizer que nos primeiros dias de vida é difícil conhecer todas as necessidades do bebê, com o passar dos dias, meses e conhecendo melhor seu bebê. As coisas vão começar a fluir harmoniosamente. Lembre-se, no dia do nascimento do seu bebê, também nasceu uma mulher chamada mãe.

O choro é uma ferramenta normal e fisiológica, de comunicação, usada pelo bebê nos seus primeiros meses de vida. Neste conteúdo, nós ajudaremos você, a entender o que pode estar por trás do choro do seu bebê. Vamos lá! Ótima leitura.

FOME

O estômago é pequeno, ou seja, não suportam grande quantidade de leite a cada mamada. Por isso, precisam se alimentar em curtos intervalos. Com o passar dos dias o estômago vai aumentando e suportando maiores quantidades de leite e assim, ajustando seus próprios horários. Os bebês apresentam alguns sinais quando estão com fome: fica buscando com a boca alguma coisa para sugar, exemplo: começam a chupar as mãos, luvas e mangas da roupa. Coloque o bebê para mamar, caso ele comece a chorar tenha paciência, muitos se acalmam somente quando sentem o estômago cheio.

 SONO

A grande maioria dos bebês precisam de ajuda dos pais para pegar no sono, dormem muitas horas por dia por necessidade fisiológica. Os bebês cansam por excesso de estímulo, de ficar passando de um colo para outro. Um erro comum, é tentar manter o bebê acordado mais horas durante o dia, para dormir melhor e mais horas a noite. Isso não funciona!.Se o bebê não descansa ele fica cansado, se tenta colocar ele para dormir sem relaxar antes, entra em estresse, dificultando mais para o processo de sono.

Portanto, respeite as sonecas do seu bebê e aos poucos vá acrescentando na rotina massagem, banho relaxante.

O bebê com sono fica, inquieto, nada está bom, alguns começam a chorar outros a bocejar e esfrega o rosto. Quando apresentar alguns desses sinais você deve:

 – Embrulhar o bebê (fazer um rolinho para se sentir seguro);

 – Após, colocar no seu colo e apoiá-lo no seu antebraço de lado ou barriguinha para baixo;

 – Fazer Shhhhhh shhhhhhh próximo ao ouvido do bebê (se sente seguro, cresceu ouvindo esse ruído na barriga);

– Balançar com movimentos de um lado para o outro.

Embrulhar o bebê ajuda a acalmar

SOM ALTO

Se seu bebê é acostumado com silêncio, provavelmente ficará incomodado com sons, música, voz, festas em tons altos. Procure desde pequeno acostumá-los com ruídos, não faz mal algum. Lembre-se, durante o crescimento e desenvolvimento no útero da mamãe o bebê ouviu ruídos constantemente.

CÓLICA

A cólica do bebê se refere ao choro súbito, inexplicado e inconsolável (não responde às medidas habituais de conforto). Geralmente se manifesta como um ataque de choro forte, agudo e estridente. O bebê se estica, fica vermelho, vira a cabeça para os lados, as coxas ficam fletidas sobre a barriga. Ocorre a eliminação de gases, que parece trazer um alívio temporário.

O choro pode se prolongar por horas; o choro é inconsolável, o que traz aos pais um sentimento de impotência.

É importante está atento aos horários das crises de cólicas, geralmente são no final da tarde. Medidas como massagem e banho relaxante podem reduzir a intensidade das cólicas. Converse com pediatra do bebê, existem algumas medicações para amenizar as crises.

MUITO OU POUCA ROUPA

Escolhas roupas confortáveis, sem tantos botões, golas altas e costuras grossas. Os bebês precisam ficar vestidos de forma confortável, roupa em excesso limitam os movimentos dos braços e pernas, causando irritabilidade e choro.

Fique atento a temperatura do dia, roupas em excesso prejudica os movimentos, mas poucas roupas em dias frios causam hipotermia, bebê com frio é bebê irritado. Sinta com o toque de suas mãos sempre que possível, as mãos e pés do bebê, percebeu que está gelado coloque luvas e meias. Em dias frios use touca, manta ou cobertor.

FRALDA SUJA

Evite ficar muitas horas sem trocar a fralda do bebê, não é bom para a saúde, pode causar assaduras, irritação na pele e infecções. Quando recém-nascido, a limpeza do coto umbilical deve ser a cada troca de fralda para uma boa cicatrização nos primeiros 15 dias de vida, nessa idade o ideal é realizar a troca de fralda a cada 3 horas.

Então, caso o bebê esteja irritado e todas as outras medidas foram checadas, não esqueça de verificar a fralda.

Ocorrem diversas alterações no crescimento e desenvolvimento do bebê que podem também provocar choros em menor ou maior intensidade.

Lembre-se, o início da vida do bebê não é fácil para ele, precisa aprender diversas atividades para sobreviver como respirar, sugar, engolir, se expressar de forma clara para que o outro entenda. Cuidar do bebê requer calma, paciência e amor. Tenho certeza que se chegou até aqui é porque está disposto a conhecer mais e mais o jeito do seu bebê.

Se identificou com este conteúdo? O seu bebê chora muito? Deixe um comentário e compartilhe com a gente a sua experiência!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *